EDSON FREIRE. Poeta sedutor, suas palavras calam fundo....

Edson Freire. Poeta e escritor.

Textos


No aeroporto.


É manhã de junho, com algum frio.
Sentado num dos bancos, espero meu voo.
Observo   intensa  movimentação. 
Pessoas, pra lá e pra cá;  mulheres dominando  e  meus  olhos na  performance da encantadora espécie.
Tanto detalhe nas diferenças:   são os modelos, as cores, as etiquetas, os modismos, - para exibição  e   gostos  variados. 
Na sucessão dos  momentos. distingo cenas,  percebo  opções...
Lá vem o exagerado capote de pele, agasalhando empertigada  velha.  Às pressas, a mãe segura a menina que puxa a boneca metida num arrastado carrinho. Enrolado no espantado colorido de um cachecol, aparece o assanhado gay. Equilibrando-se nos sapatos com saltos pontiagudos, passa a adolescente,  visando ser  moça.  Variedade na feitura e desenho das botas. Também, a mulher, já madura, com o aberto decote para mostrar os seliconados seios. Alguns, ousada presença, no enfrentamento com a idade das donas. No meio dos transeuntes com suas malas, avisto um casal, cuja mulher conseguiu colocar o corpo  dentro das  apertadas vestes. Ao seu lado, um arcado velho, cabeleira pintada. Se esposo ou progenitor, não sei.
Em cada mulher,  o jeito ou a postura. Não me escapam o tamanho e a forma  em  outras  partes  corpóreas.    
Confesso, as  caracteristicas,  anatomicamente  femininas, assumem uma variedade que me estimula comparações....

Meus olhos, por momento,  sairam  das   cenas..
A   presença  de  um  grande  e  exposto  relógio  assustou-me.   Saí   correndo  para  não  perder o voo..




, (Edson Freire)
Edson Freire
Enviado por Edson Freire em 10/06/2013
Alterado em 09/09/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edson Freire. Poeta paulistano.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras